quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Pré-estreia de Gonzaga, De Pai pra Filho no Rio

  
  O filme Gonzaga, De Pai pra Filho estreou no último final de semana nos cinema de todo o Brasil e o CA esteve na pré-estreia, onde estiveram presentes, o elenco do filme, o diretor Breno Silveira (2 Filhos de Francisco), além de amigos e convidados.
  
  
  Pra quem ainda não foi ao cinemas assistir, o filme conta parte da história de Luiz Gonzaga, um dos grande nomes da música popular brasileira e que se caraterizou por levar para todas as parte do Brasil a música nordestina que ele, com maestria, tirava de sua sanfona. Além, da vida do Rei do Baião, a história aborda seu conturbado relacionamento com seu filho Gonzaguinha, outro gigante da nossa música e que teve durante muitos anos uma relação complicada com seu pai.
  
  O elenco que esteve presente no local é bem grande, como a história se passa por muitos anos foram necessários 3 atores para fazer o papel de Luiz Gonzaga e outros 3 para o papel de Gonzaguinha, um para cada fase da vida. Fora o restante do elenco, que incluem nomes como Cecília Dassi (A Guerra dos Rocha), Nanda Costa (A Febre do Rato), Claudio Jaborandy (Boca do Lixo), Zezé Motta (Bróder) e João Miguel que foi protagonista do filme anterior de Breno À Beira do Caminho. O processo de escolha do elenco levou praticamente 2 anos, segundo o diretor, sendo que o projeto do filme ficou com ele durante 7 anos.
  
  Para dar vida a Luiz Gonzaga foram convocados os atores Land Vieira para a juventude, Adélio Lima - ele é quem vive a época em que Luiz conta sua vida para seu filho - que curiosamente já interpretava o Rei do Baião no Museu do Barro em Caruaru e por Chambinho do Acordeon que chega aos cinemas pra viver o auge do sanfoneiro da vida de Gonzagão. 
  
  Chambinho que nunca havia trabalhado com cinema, afirma que sua escolha para o papel se deu mais por conta de seu conhecimento com a sanfona "nunca fiz nenhum trabalho como ator, mas vivo para a sanfona há 17 anos, então eu passei por muitas coisas que o Gonzaga viveu, acredito que por isso Breno me escolheu. O sanfoneiro tem um jeito próprio de segurar o instrumento e de tocar sua música. Era necessário pelo menos um sanfoneiro para interpretar Luiz Gonzaga." - Concluiu o cantor que apesar de dizer que sempre foi muito próximo dos filmes e que quando criança chegava a imitar os atores que via, garante não ter grandes pretensões de viver como ator. "Sou muito feliz puxando minha sanfoninha, mas evidente que se aparecer uma proposta legal e eu ver que eu dou conta, porque não? Não pretendo fechar nenhuma porta."
  
  
  No papel de Gonzaguinha, o destaque fica com Julio Andrade, que também estreia no cinema e chamou grande atenção por sua grande semelhança com o cantor. O ator diz que apesar de ser um grande fã do trabalho de Gonzaguinha, nunca tinha reparado a semelhança e que só percebeu quando se arrumou, com roupas meio anos 80 e colocou uma peruca, para fazer o teste. Além da aparência física, ele também demostras ter trejeitos e formas de agir bem parecidos com os de Gonzaguinha, quanto a isso ele afirma que a preparação foi mais através da convivência com o trabalho, as obras e as músicas. "Na hora você não pensa como vai caminhar, como vai segurar o cigarro, isso acontece naturalmente. Quando você está ciente do roteiro e da história do personagem isso acaba vindo junto".
  
  Segundo o diretor, o filme pretende atingir a todos os públicos e idades, pois fala um linguagem universal e retrata dois grandes nomes da nossa música. A atriz Cecília Dassi, que é uma das mais novas do elenco, confirma isso ao confessar que conhecia pouco da obra de ambos os cantores antes do filme e que quando começou a estudar para o papel se apaixonou pelo trabalho deles e começou a perceber como as pessoas os adoram e os admiram por tudo que fizeram.
  
   
  O Filme é uma parceira da Downtown Filmes com a Conspiração Filmes, tem roteiro de Patrícia Andrade (Besouro) em mais uma parceria com Breno Silveira, com esse já são 4 filmes juntos. Além, de todos os amigos e convidados que passaram pelo local, a sessão contou também com a presença ilustre de Rosinha Gonzaga, filha de Luiz Gonzaga, e também da família do Gonzaguinha que assistiram pela primeira vez o filme e prestigiaram o evento. 
  
  A noite foi encerrada com uma apresentação de Chambinho do Acordeon, totalmente à caráter de Rei do Baião, tocando algumas das músicas da trilha do filme e da carreira de Luiz Gonzaga.
  
  Foi isso pessoal, espero que tenham gostado de mais essa cobertura e continuem ligados, seguindo o @CinefilaArte e curtindo a nossa Fanpage.
  

Um comentário:

  1. Legal ver nosso arte valorizada na telona;isso, sim é CINEMA NACIONAL! Adorei curtir os bastidores com o pessoal do CA.

    JCT

    ResponderExcluir

Comentem aí, suas opiniões são bem vindas e fazem o CA bem mais divertido, mas mantenham o bom senso ok? Perguntas serão respondidas sempre que possível...