sexta-feira, 11 de outubro de 2013

Festival do Rio - Premiação e Vencedores

  
  
  Pois é... como tudo que é bom dura pouco, o Festival do Rio 2013 está chegando ao fim. Hoje (dia 11/10) acontecem as últimas exibições nos cinemas que fazem parte do circuito do festival e ontem a noite no Pavilhão do Festival que fica na zona portuária do Rio, aconteceu a cerimônia de encerramento e premiação dos Melhores escolhidos pelo júri e pelo público com o troféu Redentor. 
  
  Se tinham muitos falando sobre a qualidade dos filmes escolhidos esse ano, a comprovação veio na premiação, onde até o júri oficial ficou dividido e pela primeira vez na história do festival o premio maior da noite ficou dividido entre duas produções. Sendo assim, o Redentor de Melhor Filme desse ano foi para O Lobo Atrás da Porta e De Menor. Ambas as produções tem um clima dramático bem intenso, uma fala sobre o rapto de uma criança e uma sobre a relação de uma advogada e um jovem que comete um delito. Assuntos não tão separados que parecem ter agradado.
  
 Outra semelhança entre os dois vencedores é que os diretores Fernando Coimbra e Caru Alves de Souza (Lobo e De Menor, respectivamente), estão fazendo suas estreias em longa-metragens.
  
  Na amostra competitiva de documentários o escolhido como melhor foi Histórias de Arcanjo – Um documentário sobre Tim Lopes, de Guilherme Azevedo (que também é estreante!), na categoria de Melhor Curta-metragem quem ficou com o troféu foi Contratempo, de Bruno Jorge (Filhotes, curta).
  
  O longa Tatuagem, de Hilton Lacerda em sua estreia como diretor e roteirista, que foi o vencedor do Festival de Gramado não passou em branco, nem de longe. Foi escolhido como Melhor Filme pelo Júri Popular e além de levar o Prêmio Especial do Júri - Ficção, teve a premiação de Melhor Ator para Jesuíta Barbosa (Cine Holliúdy), Melhor Ator Coadjuvante para Rodrigo García (outro estreante) e ficou também com o Prêmio FIPRESCI de Melhor Longa Latino-Americano.
  
  Apesar de não ter ficado com o principal prêmio, Tatuagem levou a maior quantidades de troféus na noite e ainda foi o preferido do público, mais uma boa passagem por festivais do filme de Hilton. 
  
  Os outros preferidos do público foram, para Melhor Documentário, Fla x Flu - 40 minutos Antes do Nada, de  e Jessy como Melhor Curta-metragem.
  
  Entre as mulheres a Melhor Atriz ficou para Leandra Leal, por O Lobo Atrás da Porta, que levou a premiação pelo segundo ano consecutivo, já que ano passado já tinha ganho por Éden. Enquanto o de Melhor Atriz Coadjuvante foi para Martha Nowill por Entre nós.
    
  A maioria das premiações foi justa e mais uma vez o Redentor abriu seus braços para novos talentos do cinema, premiando muitos estreantes, e mais uma vez o Festival do Rio mostrou a qualidade do cinema brasileiro e que vale a pena apostar no nosso cinema, porque material humano para trabalhos de qualidade nós temos, o que falta na maioria das vezes são apoios e infra-estrutura. 
  
  Confiram abaixo a lista de todos os premiados no festival desse ano:
  
Competição Oficial
  
Melhor Longa-Metragem de Ficção
  
  De Menor, de Caru Alves de Souza
  
  O Lobo Atrás da Porta, de Fernando Coimbra
  
Prêmio Especial do Júri - Ficção
  
  Tatuagem, de Hilton Lacerda
  
Melhor Longa-Metragem Documentário
  
  Histórias de Arcanjo – Um documentário sobre Tim Lopes, de Guilherme Azevedo
  
Prêmio Especial do Júri - Documentário
  
  A farra do circo, de Roberto Berliner e Pedro Bronz
  
Menção Honrosa do Júri - Documentário
  
  Cativas – Presas pelo coração, de Joana Nin
  
  Damas do samba, de Susanna Lira
  
Melhor Curta-Metragem
  
  Contratempo, de Bruno Jorge
  
Melhor Direção
  
  Cao Guimarães e Marcelo Gomes por O Homem das multidões
  
Melhor Ator
  
  Jesuíta Barbosa por Tatuagem
  
Menção Honrosa do Júri - Ator
  
  Francisco Gaspar por Estrada 47
  
Melhor Atriz
  
  Leandra Leal por O Lobo atrás da porta
  
Melhor Atriz Coadjuvante
  
  Martha Nowill por Entre nós
  
Melhor Ator Coadjuvante
  
  Rodrigo García por Tatuagem
  
Menção Honrosa do Júri - Ator Coadjuvante
  
  Julio Andrade por Entre nós
  
  Silvio Guindane por Jogo das decapitações
  
Melhor Roteiro
  
  Paulo Morelli por Entre nós
  
Melhor Montagem
  
  Mair Tavares por Estrada 47
  
Melhor Fotografia
  
  Pedro Urano por Quase samba
  
  
Prêmio do Público
  
Melhor Longa-metragem Ficção
  
  Tatuagem, de Hilton Lacerda
    
Melhor Longa-metragem Documentário
  
  Fla x Flu - 40 Minutos antes do nada, de Renato Terra
  
Melhor Curta-metragem
  
  Jessy, de Paula Lice, Rodrigo Luna e Ronei Jorge
  
  
Novos Rumos
  
Melhor Longa-Metragem
  
  Tão longe é aqui, de Eliza Capai
  
Menção Honrosa do Júri - Longa-Metragem
  
  O Menino e o mundo, de Alê Abreu
  
Melhor Curta-Metragem
  
  Todos esses dias em que sou estrangeiro, de Eduardo Morotó
  
Menção Honrosa do Júri - Curta-Metragem
  
  Lição de esqui, de Leonardo Mouramateus e Samuel Brasileiro
  
  
Prêmio FIPRESCI
  
Melhor Longa Latino-Americano
  
  Tatuagem, de Hilton Lacerda
  
  
Mostra Geração
  
Prêmio do Público
  
  Tom, o garoto malandro, de Manuel Prada
  
Prêmio Forno de Minas para Curta-Metragem
  
  A Galinha que burlou o sistema, de Quico Meirelles
  
  É isso ai, foram muitos Redentores entregues e mais um ano o FestRio se passou, mas a temporada de premiações do cinema está só começando e é claro que vocês acompanham tudo o que ainda vai rolar por aqui. Espero que tenham gostado da nossa cobertura e continuem ligados, porque os melhores já foram escolhidos, mas ainda teremos mais postagens sobre o festival desse ano por aqui e ainda tem algumas crítica para sair. Até porque a maioria dos filmes ainda vão estrear no circuito aberto. 
  
  Então não percam tempo e fiquem mais próximos das novidades que estão acontecendo no mundo do cinema seguindo o @CinefilaArte e curtindo a nossa Fanpage.
   
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentem aí, suas opiniões são bem vindas e fazem o CA bem mais divertido, mas mantenham o bom senso ok? Perguntas serão respondidas sempre que possível...